18 de fevereiro de 2010

Eduardino


Ginginha sem Rival e também anis, amêndoa amarga, salsaparilha, capilé e o famoso "Eduardino", em memória de um palhaço do coliseu. Fica nas Portas de Santo Antão nº. 7.

1 comentário:

vanessa disse...

Esta loja faz-me lembrar o fado,
"Velha Tendinha, q és do tempo da ginginha".
(...)
Nesta Lisboa moderna, és tasca humilde e terna que mantem a tradição".

Cruelmente, a tradição diz que as mulheres não podem beber ginginha, senão...não têm filhos.